Notícias

vacinacao_carteira

25 set 2017

Mantenha sua carteira de vacinação atualizada

As vacinas tomadas desde os primeiros dias de vida fornecem imunidade contra várias doenças que podem prejudicar o desenvolvimento do ser humano, trazer sintomas severos e até levar a morte. Ao longo da história, a medicina estudou os vírus e bactérias que mais prejudicavam a saúde da sociedade e desenvolveu anticorpos capazes de tornar os seres humanos imunes aos efeitos causados por esses seres microscópicos.

Essas vacinas foram desenvolvidas e trouxeram diversos benefícios à história da humanidade, erradicando doenças e encerrando ciclos de surtos e epidemias que atormentaram diversos países ao longo dos séculos. Por isso, existe um calendário de vacinas obrigatórias e mais uma série de imunizações recomendadas para todos os seres humanos que são, desde o nascimento, estimulados a seguirem um sistema de vacinação, que pode ser visto em sua caderneta pessoal.

Desde o berço

Logo aos nascermos, nossos pais são orientados sobre quais vacinas devemos tomar e, por já terem uma rotina de visitas ao pediatra, fica mais fácil manter em dia o cronograma de vacinações. Ainda na maternidade, o bebê já toma duas vacinas, uma contra formas graves de tuberculose e outra contra hepatite B; e até os 15 meses são diversas outras imunizações.

Essa disciplina para se manter a carteira de vacinação atualizada deve acontecer também nos demais anos de vida, mas infelizmente não é isso que vemos ocorrer em todas as famílias. Em muitos casos, crianças e, principalmente, adultos acabam perdendo as demais doses das vacinas ou mesmo os reforços e ficam suscetíveis a várias doenças.

De olho na caderneta de vacinação

A carteirinha de vacinas deve ser guardada por toda a vida e com frequência deve ser consultada para saber se não existe algum reforço que deva ser tomado. Além disso, após os 60 anos, existem outras vacinas que precisam ser tomadas para garantir a saúde e qualidade de vida do idoso.

Vacinas recomendadas

Além das imunizações promovidas pelo governo, existem várias outras que são somente encontradas em clínicas particulares, mas são muito recomendadas, especialmente para aqueles que vão realizar alguma viagem para regiões do Brasil ou outros países.

Deixe um Comentário