Notícias

hpv

25 jun 2016

Fique imune ao HPV

O Human Papiloma Virus – HPV é uma doença sexualmente transmissível, que é especialmente perigosa para a mulher, pois pode se transformar em câncer de colo de útero. Isso porque esse vírus, uma vez contraído, se desenvolve nas mucosas dos seres humanos, tais como vulva, vagina, colo de útero e pênis.

Os últimos registros apontam que mais de 80% das mulheres que possuem o câncer de colo do útero foram infectadas por esse vírus, e essa gravidade acontece nas mulheres, pois é mais difícil perceber seu crescimento dentro do colo do útero e a mulher só nota que algo está errado quando a lesão já se transformou em algo pior.

O HPV é controlável, mas não tem cura, por isso o ideal é sempre se prevenir. A boa notícia é que hoje já existe a vacina contra HPV.

Como funciona a vacina?

A imunização do HPV acontece por meio de uma vacina quadrivalente, em que a pessoa fica imunizada contra quatro variações do vírus (6, 11, 16 e 18), que são os mais frequentes no mundo. O governo oferece as três doses da vacina para as meninas de 9 a 11 anos, que, em breve, iniciarão sua vida sexual, mas vale destacar que mesmo as mulheres mais velhas podem e devem procurar a vacina na rede privada para também ficarem imunes ao HPV e evitarem um câncer do colo do útero.

Mãe para filho

Por ser uma doença transmitida pelo contato humano, os casos mais comuns de transmissão são por meio do ato sexual, mas também pode haver transmissão da mãe para o bebê durante o parto. Este é mais um motivo para a mulher se preocupar e tornar-se imune ao vírus.

As mulheres são as maiores vítimas

Os homens também se contaminam com o HPV, por isso a vacina é recomendada para todos, mas são as mulheres as maiores vítimas de suas complicações. A Organização Mundial da Saúde revelou que 291 milhões de mulheres no mundo são portadoras do HPV e muitas desenvolvem o câncer.

Vale destacar que, mesmo após a vacina, o exame preventivo de Papanicolau é indispensável para as mulheres.

Deixe um Comentário